O pastor de ovelhas

20160512_121901

O cão pastor ideal é aquele que conduz o rebanho sem latidos e mordidas, mas parando em frente à ovelha e a intimidando. Assim é Pompeu, um border collie muito simpático que se hospedou em minha casa no último final de semana. A bandana vermelha que carrega no pescoço lhe confere um ar estiloso e elegante.

E, como cada pastor cuida de seu rebanho, logo que chegou, Pompeu assumiu que Pupo era sua ovelha.

O border collie é considerado o cão mais inteligente do mundo e Pompeu é um espécime perfeito da raça nesse quesito. Alerta, astuto e muito obediente, concentrado ao extremo no trabalho de arrebanhar sua ovelha.

Com o olhar e atenção completamente focados em Pupo, Pompeu esquece completamente de observar o que acontece a seu redor. Ele simplesmente nos ignorava quando nos aproximávamos, afinal, o objetivo dele era o Pupo e este se agitava com nossa proximidade. Perdia a chance de ganhar um carinho e atenção, nem os deliciosos ossos oferecidos o atraiam mais do que sua ovelha.

Pompeu só pensava em cercar e restringir, em impor sua filosofia e condicionar. Usava para tal seu olhar intimidante e seu próprio corpo para bloquear as saídas. Ao Pupo, um cão pacífico e alegre, restou a resignação e a certeza de que logo Pompeu partiria para sua casa e ele teria sua tão sonhada paz e liberdade de movimentação.

Pupo não é tolo, aproveita o melhor de Pompeu… “Como é divertido ser perseguido!”, pensa enquanto rouba a bolinha e corre, seguido por seu amigo pastor.

Ele não aceita ser restringido, mantido calado e deitado, como quer Pompeu, mas ele não discute, só quando a intimidação é exagerada e atravessa a linha que ele estabeleceu como limite. Sabe que é temporário, que Pompeu não vai mudar quem ele é simplesmente por ser intimidador e se impor sem cessar.

Não é culpa de Pompeu ser tão chato e obsessivo com sua ovelha, lá nos primórdios de seu DNA foi dito que ele deveria agir assim para ser eficiente e é isso que ele entende como correto. É parte do Pompeu acreditar que ele é um pastor, mesmo que ele já não viva no campo e que o Pupo não pareça em nada com uma ovelha. A missão de vida dele é esta: cercar, intimidar, reunir e reorganizar de acordo com o que seus valores estabelecem como seguro. Quem pode culpá-lo? Só está levando adiante a mensagem que há anos é passada para ele e na qual ele acredita.

Só que Pompeu cuida tanto da vida dos outros que se esquece da sua… vive estressado, não relaxa. De tanto ficar em cima dos outros com suas certezas ele as sufoca e cansa. O Pupo cansou de Pompeu, eu cansei de Pompeu e acho que até o Pompeu cansou de si mesmo nos breves dias que esteve conosco. E não é porque Pompeu é ruim, não. Pompeu é adorável!

Mas eu estou usando o Pompeu como bode expiatório para uma metáfora, e acho que você já percebeu.

Eu conheço diversos Pompeus, gosto de tê-los por perto vez ou outra e me canso deles, também, vez ou outra. Apesar de bonitos, inteligentes e de terem certa razão em seu discurso, eles são obcecados e não tiram o olhar do ponto que definem como importante.

Os Pompeus, por vezes, elegem-me sua ovelha e tal como o Pupo eu me deixo cercar e me resigno dentro de um limite, porque mesmo um Pompeu é divertido de vez em quando, para me perseguir enquanto fujo com a bolinha, essas coisas… mas sempre não dá.

Precisamos ter um espaço para exercitarmos nossa liberdade, de pensar, de agir, de mudar de ideia. Aquele que adota a missão de mudar seu pensamento quer mais é se impor e imposição é uma força bruta, é um tapa na cara, ofende e afasta.

Não existem verdades absolutas e uma mesma argumentação pode ser analisada por diversos pontos e encarada como yin ou yang. Então relaxa e para de perseguir ovelhas, porque quem deixa de ganhar um afago é você.

 

Imagem de Pompeu vigiando Pupo, arquivo da autora.
Anúncios

2 Comments

  1. Oi Elaine, gostei muito do seu conto. Acredito que todos nós temos um pouco de Pompeu no nosso DNA . Isto faz com que seu conte nos envolva e nos traga um pouco de reflexão sobre a vida. Bjs

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s